Sindigás ” o Gás da cozinha, vai haver um ajuste de até 5,3%, a partir da 3ª edição da feira, o Ímã de geladeira e o Gráfico de Mavicle-Promo

A Fonte De Alimentação É De 360

O GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) e da habitação, mais conhecido como ” gás de cozinha, que é mais caro, a partir da 3ª edição da feira das 22.a porta de saída.No ano de 2019, nas refinarias da Petrobras. A informação foi dada a conhecer na 2ª (21.a porta de saída.No ano de 2019, o Sindigás (sindicato Nacional dos Distribuidores de Gás Liquefeito de Petróleo), e que foi confirmado pela companhia.

De acordo com o comunicado de imprensa da união, em que o preço do gás residencial, ocorrerá um aumento de 4,8% para 5,3%. O gás que vende para a indústria, também vai haver um aumento da taxa de 2,9% para 3,2%.

A variação no percentual de aumento da tarifa depende da ampliação da refinaria. Com os novos preços, respeito às botijões de 13 quilos de peso (em casa) e, acima de 13 kg de peso (da empresa).

O Sindigás ressaltou que a diferença de preço entre o GLP da empresa e o GLP (gás residencial “quase igual”, o que seria de 1 “e um bom sinal para o mercado.

Os consumidores que pagam uma média de Us$ 69,10 1 botijão de gás de 13 kg no ano de 2019. Os dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), considera-se que os valores aplicados nos pontos de venda por atacado, e até o próximo mês de setembro.

imagem26-10-2019-11-10-09

Fonte: www.sindigas.org.br/novosite/?p=16186

Fonte: imadegeladeira.com/sindigas-o-gas-de-cozinha-vai-ter-um-ajuste-de-ate-53-a-partir-desta-3a-edicao-da-feira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *