14 dicas para a farmácia ter sucesso nos eventos de saúde – ASCOFERJ | Associação do Comércio Farmacêutico do Estado do Rio de Janeiro – Imã de geladeira e Gráfica Mavicle-Promo

icone de categoriasícone de categorias deNotícias icone de data de publicaçãoícone da data de publicação de 4 de fevereiro de 2019.

14 dicas para a farmácia ter sucesso nos eventos de saúde

COMPARTILHAR:

Foto: Humberto Teski

O calendário do Ministério da Saúde prevê diversas datas comemorativas ao longo do ano. Aproveitá-las para promover ações de saúde em farmácias, é uma iniciativa sempre bem-vinda, e quando o objetivo é estreitar os laços com os clientes e contribuir com a qualidade de vida da população.

Entre as datas mais relevantes para o setor de farmácias, destacam-se o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, no dia 26 de abril, o Dia Nacional da Saúde e o Dia Nacional de Farmácias, de 5 de agosto; Dia Nacional de Luta contra o Colesterol, a 8 de agosto; Dia Mundial do Coração, no dia 29 de setembro, Dia Nacional do idoso, a partir de 1 de outubro, Dia Nacional de Vacinação, no dia 17 de outubro; e o Dia Mundial da Diabetes, 14 de novembro.

“Já faz tempo que as farmácias e drogarias oferecem mais do que os medicamentos para seus clientes. Informação e orientação em saúde fazem parte da estratégia para aumentar a visibilidade e divulgação da empresa. As ações sociais são, acima de tudo, uma grande possibilidade de que o farmacêutico apresentar farmácias, colocar a sua disposição os serviços farmacêuticos e estabelecer uma maior aproximação com os clientes, possibilitando a captação de novos”, comenta a farmacêutica, gerontóloga, professora e mestre em Ciências do Cuidado da Saúde, Ana Lucia Caldas.

As ações sociais da saúde já são comuns e é possível identificar muitas das redes que se movem ao longo do ano para levá-las a cabo. No entanto, nem sempre os resultados são positivos. Há muitas dúvidas e dificuldades em organizar um evento de qualidade. “Muitas vezes, a eficácia das ações fica comprometida pela falta de planejamento e organização”, destaca Lúcia Gadelha, consultora especialista em Gestão de Recursos Humanos e Treinamento de Líderes.

É fundamental elaborar a lista de controle de todo o material necessário, além de envolver a equipe e a própria comunidade como um todo. “Fazer uma lista com todos os elementos é o primeiro passo para a organização do evento, seguido da escolha do tema e a data. O calendário do Ministério da Saúde é uma boa opção para selecionar datas comemorativas. Além disso, também vale a pena procurar o apoio da Prefeitura, das instituições locais e do comércio do bairro, com o fim de garantir o sucesso do evento”, explica Ana Lúcia.

O uso de tendas é uma boa opção para chamar a atenção das pessoas. “As tendas infláveis, são versáteis, coloridos e chamam a atenção dos clientes atuais e potenciais. São excelentes para destacar a marca da farmácia e das empresas associadas. Também contribuem para que os profissionais de saúde possam interagir com as pessoas, associando a marca da farmácia em três pilares: saúde, assistência farmacêutica e bem-estar”, completa Lucia Gadelha.

Muito importante também é a farmácia que estar pendente da vestimenta dos farmacêuticos, dos acessórios de segurança, gerenciamento de filas e o atendimento prioritário das pessoas idosas, deficientes e mulheres grávidas.

Veja o passo a passo para promover ações de saúde com sucesso:

  • Defina previamente a data, em função do calendário, o lugar e as ações a serem realizadas para despertar o interesse do público-alvo;
  • Verifique junto aos órgãos de saúde locais, que os requisitos para a realização do evento;
  • Procure associações de laboratórios e outros prestadores de farmácias;
  • Divulgue com antecedência à realização do evento por meio das redes sociais, para que se tenha uma estimativa de público de acordo com o tempo de duração do evento e o espaço físico do local;
  • Elabore uma lista com todos os elementos – cada novo item deve ser acrescentado à medida que surgir;
  • Envolva todo o pessoal no planejamento – cada funcionário deve ter o seu papel claramente definido;
  • Se necessário, reforce farmacêuticos e pessoal de apoio;
  • Separe todos os equipamentos a serem utilizados, por exemplo, a ação de combate à hipertensão arterial: separar esfigmomanômetro, estetoscópio e álcool gel; ação de combate ao diabetes: separar glicosímetro, lancetas, tiras de teste, entre outros elementos necessários;
  • Elabore um documento de registo dos serviços farmacêuticos prestados, em duas vias, uma vez que está com o paciente;
  • Se necessário, forneça vale-refeição, lanche, café da manhã e traslado para o pessoal;
  • Defina que o profissional vai comparecer ao local com antecedência, para acompanhar a montagem da tenda e do resto da estrutura, conforme o previsto no planejamento;
  • Seja pontual e se preparar para o evento no horário publicado, salvo em casos especiais, como chuvas ou situações que possam prejudicar a locomoção;
  • Meça os resultados, já que os indicadores de gestão devem ser bem definidos e avaliados;
  • Após a realização do evento, faça um relatório de avaliação, destacando os pontos positivos e os pontos a serem melhorados.
  • Fonte: Revista da Farmácia

    COMPARTILHAR:

    Deixe uma resposta Cancelar resposta

    Fonte: ascoferj.com.br/noticias/14-dicas-para-a-farmácia-ter-sucesso-os-eventos-de-saúde

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *